| Presidente Prudente/SP

Encontro propõe análise sobre obras de Machado de Assis

Da Redação

Em 19/03/2018 às 10:16

Atividade foca no universo feminino do autor e será ministrada pela doutora em literatura, Andrea Zeppini

(Foto: Divulgação)

Quando o assunto é Machado de Assis, muitas análises são possíveis. Tratando-se de suas obras, no entanto, são necessários alguns dias de muito diálogo para a compreensão. Pensando nisso, o Sesc Thermas de Presidente Prudente realiza, entre os dias 20 e 23 de março, o encontro literário Mulheres Machadianas para leitura de seus contos que abordam um aspecto muito caro ao autor: as personagens femininas.

Além de conhecer as peculiaridades das principais obras do escritor, os inscritos terão acesso a uma declaração de participação, emitida ao fim do encontro. Para participar, basta realizar a inscrição, gratuitamente, na central de atendimento do Sesc Thermas. As vagas são limitadas.

O curso será realizado no quiosque da unidade, de 20 a 23 de março, terça a sexta-feira, das 18h às 20h30, e será ministrado pela atriz, pesquisadora em teatro e doutora em literatura Andrea Zeppini, de São Paulo.

Conforme Andrea, a importância do bate-papo está em entender as abordagens de Machado de Assis sobre a perspectiva feminina, uma vez que, segundo ela, muitas publicações do autor foram feitas, exclusivamente, para as mulheres. “Ele teve uma sensibilidade muito grande e aguçada para expressar as questões femininas. Além disso, a leitura de seus contos torna-se muito importante nos dias atuais, pois revelam questões do passado”, analisa.

O autor

Obras como "Helena", "A Mão e a Luva", "Iaiá Garcia" e "Ressurreição", são algumas das criações de Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908), um dos nomes mais importantes da literatura brasileira.

De presidente da Academia Brasileira de Letras às mais famosas obras literárias da época, Machado de Assis escreveu romances, contos, poesias, peças de teatro, inúmeras críticas, crônicas e correspondências.

O autor morreu no Rio de Janeiro, no dia 29 de setembro de 1908. Foi enterrado no cemitério de São João Batista, na mesma cidade onde nasceu e viveu toda sua vida.

Algumas frases retratam o perfil literário do escritor, como: “Lágrimas não são argumentos”, “Creia em si, mas não duvide sempre dos outros” e “A vida sem luta é um mar morto no centro do organismo universal”.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.