| Presidente Prudente/SP

Horário de verão mantém média e economia fecha 0,45%

Porcentagem na região equivale ao consumo de 11 mil residências

Da Redação

Em 16/02/2018 às 17:00

Resultados significam uma economia de 2.180 MWh (megawatts-hora), equivalente ao consumo de 11 mil residências durante um mês

(Foto: Arquivo/Secom)

A economia de energia proporcionada durante o horário de verão fechou na média registrada nos últimos anos, de acordo com dados disponibilizados pela concessionária Energisa Sul-Sudeste. Durante cinco meses, houve redução no consumo de energia de cerca de 0,45%. No domingo (18), os relógios deverão ser atrasados em uma hora.
 
Em vigor desde outubro, a medida tem como objetivo aproveitar melhor a luz solar durante o período do verão, além de estimular o uso consciente da energia elétrica. Na região de Presidente Prudente, o resultado obtido foi uma redução na demanda de aproximadamente 5% e uma redução no consumo de cerca de 0,45% em 24 cidades. 
 
Esses resultados significam uma economia de 2.180 MWh (megawatts-hora), equivalente ao consumo de 11 mil residências durante um mês ou proporcional ao consumo de uma cidade de aproximadamente 33 mil habitantes, durante o mesmo período.
 
“Com o horário de verão reduz-se o esforço do sistema, ou seja, as pessoas mudam seus hábitos, há um alívio no uso das redes de transmissão de energia no horário de pico. Por exemplo, no início da noite, o consumo de energia residencial é diluído e normalmente não coincide com o horário em que as luzes da iluminação pública são acesas, isso torna o sistema de distribuição muito mais seguro”, destaca Stevon Schettino, gerente de Operação da Energisa.
 
Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.