| Presidente Prudente/SP

Ipreven classifica como equívoco possível prejuízo em previdência de servidores

Da Redação

Em 24/07/2018 às 16:51

O Instituto de Previdência de Presidente Venceslau (Ipreven) rebateu as informações sobre supostas ilegalidades em investimentos da previdência de servidores municipais em Presidente Venceslau. Em análise das contas, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) apontou indícios de gestão temerária no balanço de 2016.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Venceslau, o instituto afirma que não existe nenhuma investigação em curso sobre aplicação de recursos no fundo GBX Prime, como também não houve “prejuízo” na aplicação.

"Quanto ao déficit atuarial, o patrimônio negativo de R$ 200 milhões é uma estimativa matemática levando-se em conta todos os repasses devidos desde a data de criação do fundo, caso esses tivessem sido efetuados corretamente, fato que não ocorreu", afirma.

Matéria divulgada pelo Jornal O Estado de S. Paulo revela que a aplicação GBX Prime, cujo investimento foi orientado pela empresa Plena Consultoria, recebeu R$ 1,5 milhão do instituto, que teve R$ 1.427.691,10 de prejuízo no ano, totalizando um resultado patrimonial negativo em mais de R$ 200 milhões.

"Este cálculo, chamado de cálculo atuarial, é efetuado por um profissional especializado e realizado todo ano, por exigência do Ministério da Previdência Social. Por esta razão, o que foi anunciado como 'prejuízo' na verdade é uma estimativa matemática de quanto deveria existir atualmente no fundo", rebate o Ipreven.

De acordo com o instituto, as contas são auditadas pelo Ministério da Previdência Social e pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. "No ano de 2017, a Câmara Municipal, através de Comissão Especial de Inquérito, investigou as contas, contratando auditoria independente que retratou, em seu relatório final, que não havia nenhuma irregularidade ou desvio, deixando claro que a situação atual do instituto é reflexo da falta de repasses de gestões anteriores", diz.

Conforme o Ipreven, existe atualmente um investimento de R$ 1.536.476,47 no Fundo GBX Prime, posição consolidada em 29 de junho. "Considerando que esse valor é reflexo da aplicação originária de R$ 1.500.000,00, ou seja, não houve prejuízo para o Instituto em tal aplicação", reforça.

"Por fim, deixamos claro que o Instituto de Previdência Municipal de Presidente Venceslau sempre esteve e sempre estará à disposição das autoridades competentes, da imprensa, dos servidores e da sociedade em geral para toda e qualquer informação ou esclarecimento", finaliza.
 

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.