| Presidente Prudente/SP

Feiz é quem vai decidir, diz secretário de Comunicação

ROGÉRIO MATIVE

Em 23/02/2018 às 10:52

Feiz Abbud segue irredutível em deixar o Gabinete e seguir para a Secretaria Municipal de Finanças

(Foto: Arquivo/Secom)

Dono do próprio destino. Essa é a definição do radialista e secretário municipal de Comunicação, Osvaldo Torino, sobre a situação de Feiz Abbud, que deixa o cargo de chefe de Gabinete para dar lugar a Marcos Tadeu Cavalcante a partir desta sexta-feira (23). Abbud não aceitou a troca e deve deixar o alto escalão do governo de Nelson Bugalho (PTB).
 
"O Feiz é quem vai decidir para onde ele vai", comentou Torino durante seu programa na Rádio Comercial AM. Segundo o chefe da Secom, Abbud "é muito querido", "muito simples" e deve tomar a decisão sobre aceitar o convite para assumir a Secretaria de Finanças até o fim de semana. 
 
Conforme apurou o Portal, Feiz Abbud não aceita a troca e deve deixar a Prefeitura. Considerado um dos políticos com maior experiência na administração municipal, Abbud participou das gestões de Paulo Constantino, Agripino de Oliveira Lima, Milton Carlos de Mello (Tupã) e, agora, de Nelson Bugalho.
 
Atual presidente do PTB, mesmo partido do prefeito, Abbud já coordenou várias campanhas majoritárias.
 
Mudanças
 
Com a chegada de Rogério Galindo no alto escalação, três mudanças estavam programadas para ocorrer nesta semana. Contudo, apenas duas serão oficializadas pelo prefeito Nelson Bugalho (PTB) nesta sexta-feira quando ocorre a cerimônia de posse do vereador Rogério Galindo (PSDB) como o novo secretário de Relações Institucionais. Marcos Tadeu Cavalcante deixa a Pasta e assume a chefia de Gabinete.
 
E na Câmara?
 
Com a saída de Galindo, o primeiro suplente do partido tucano, Wellington Bozo retorna ao Legislativo. Até o mês passado, ele ocupou a vaga de Izaque Silva, que cumpria mandato de deputado federal. Na teoria, a composição segue sem alterações. Porém, o governo aposta que ganha mais um aliado na votação de projetos na Câmara Municipal.
 
Segue afastado
 
Por problemas de saúde, o secretário municipal de Planejamento, Nivaldo Luchetti, segue afastado do cargo. No último dia 8, ele passou mal e foi levado para atendimento médico com suspeitas de infarto. Questionada, a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) não quis comentar o assunto. 
 
Segundo apurou o Portal, o secretário de Planejamento já estuda entregar o pedido de exoneração e se dedicar aos cuidados com sua saúde.
 
Quem já saiu e quem chegou
 
Desde o início da gestão de Nelson Bugalho, foram nove alterações no primeiro escalão. Do total, quatro foram motivadas por pedidos de exoneração de secretários, sendo eles: Osvaldo Silva (Secretaria de Assuntos Viários), Francelino Magalhães (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Antônio Mello (Secretaria de Educação) e Reynaldo Antônio Vessani (Secretaria de Assuntos Jurídicos), além de Telmo Guerra que deixou a Secretaria de Assuntos Especiais e retornou à Prudenco.
 
Com as exonerações, foram nomeados: Oswaldo Bosquet (Secretaria de Assuntos Viários), Marcos Tadeu Cavalcante (Secretaria de Relações Institucionais), Vanderlei Teodoro (Secretaria de Assuntos Especiais), João Carlos Marcondes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Sônia Maria Pelegrini (Secretaria de Educação) e Silvia Helena Ferreira de Faria Negrão (Secretaria de Assuntos Jurídicos).
Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.