| Presidente Prudente/SP

Bugalho barra vereadores em reuniões, diz vereador

Parlamentar aponta falta de respeito com Poder Legislativo

ROGÉRIO MATIVE

Em 08/08/2018 às 21:13

Com sete mandatos na Câmara Municipal, o tucano afirma nunca ter visto algo parecido

(Foto: Arquivo/AI/Câmara)

A participação é 'selecionada'. A afirmação é do vereador Izaque Silva (PSDB) em relação a reuniões com a presença do prefeito Nelson Bugalho (PTB) e secretários envolvendo moradores ou representantes de bairros de Presidente Prudente. Segundo o parlamentar, 'falta respeito' com a Câmara Municipal.

"Nunca enfrentei uma situação como enfrento nos dias de hoje. Eu tenho visto algumas situações de relacionamento entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo. Mas eu não tinha acompanhado e não me recordo de forma alguma situação semelhante como a que eu tenho visto hoje", disparou durante sessão, nesta semana, após o fim do recesso parlamentar.

Com sete mandatos na Câmara Municipal, o tucano afirma nunca ter visto algo parecido. "Eu participei de alguns mandatos sendo opositor, mas respeitando sempre a capacidade administrativa do ex-prefeito Agripino Lima. Como líder comunitário trabalhei com o ex-prefeito Virgílio Tiezzi, Paulo Constantino, Carlos Roberto Biancardi e até o próprio Mauro Bragato", enumerou.

"Com todas as divergências políticas que poderiam acontecer entre Legislativo e Executivo, alguma discórdia por opiniões, projetos e votos, jamais pude presenciar de um vereador ser impedido de participar de uma reunião onde estivesse o prefeito ou secretários. Eu tenho visto essa administração adotar tal sistema. Eu vou ao bairro tal desde que fulano de tal ou ciclano não compareça. Estando essas pessoas e vereadores eu não atendo o bairro ou eu não levo meus secretários", falou.

Para ele, tal medida é absurda culminando em "falta de respeito" com o Legislativo. "Isso é um absurdo. Uma falta de respeito com o Poder Legislativo, com o vereador eleito pela população. Infelizmente tem acontecido. Não é uma e nem foram duas vezes que me disseram isso. Eu já fui impedido", citou.

O desabafo ocorreu durante pedido ao presidente da Câmara, Enio Perrone (PSD), para que os vereadores possam utilizar o tempo de cinco minutos no momento da leitura dos requerimentos como resposta aos munícipes. "Mesmo ele [Bugalho] não querendo, tem a obrigação de responder a Casa [de Leis]", finalizou.

Outro lado

O Portal questionou a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) sobre os apontamentos realizados pelo vereador.

Segundo a Secom, os vereadores recebem convites para participar de todos eventos promovidos pela Prefeitura, além de inaugurações de obras públicas. "Na ausência, enviam seus assessores que recebem o mesmo tratamento", diz em nota

"Nas reuniões do Executivo com secretariado é que são restritas", finaliza.

Atualizada às 9h10 de 9 de agosto para acréscimo de informações - nota enviada pela Secom

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.