| Presidente Prudente/SP

Sarau reúne refugiados de vários países no Matarazzo

Da Redação

Em 20/09/2017 às 14:06

Através de expressões artísticas como música e poesia, eles expõem seus anseios e compartilham histórias

(Foto: Divulgação)

Um mundo em que o número de conflitos só aumenta e esses se tornam cada vez mais longos e difíceis de lidar. Somado a isso o controle de grupos radicais em diversos territórios e guerras envolvendo múltiplos atores. O resultado tem levado milhões de pessoas a deixarem suas terras e se refugiarem em outros países. Dentro deste contexto, o Sesc Thermas de Presidente Prudente realiza o Sarau dos Refugiados.

Imigrantes refugiados da Colômbia, Haiti, Síria, Palestina e Congo se encontram no Centro Cultural Matarazzo, sábado (23), das 18h às 20h, e por meio de manifestações artísticas, como a poesia e a música, expressam suas realidades e anseios, além de compartilharem suas histórias e experiências.

A MC Débora Garcia, de São Paulo, conduz o sarau, que conta com as poesias de Juanita Hernandez Solano (Colômbia) e Marc Pierre (Haiti), a música árabe e os poemas de Abdul Baset Jarour (Síria) e Amjad Abdalkareem (Palestina), e com o grupo musical Os Escolhidos (Hidras Tuala, Mabiala Nkombo e Muanda Tryson – Congo), com repertório folclórico africano.

O projeto promove ações que fomentam a convivência, o respeito e a valorização de diferentes culturas e manifestações, considerando o Brasil um país plural e multicultural. Além de acolher, a atividade coloca em pauta a diversidade cultural desses povos e discute a situação dos refugiados no Brasil, como esclarece a monitora de esportes do Sesc Thermas, Andréa Mello.

"A programação procura sensibilizar as pessoas sobre o tema e mostrar a cultura e realidade desses povos através da arte. Temos um grande êxodo de pessoas deixando seus países de origem devido a guerras, disputas por territórios, diferenças religiosas e desastres naturais. E não estamos sabendo receber esses povos, criando certa antipatia ou preconceito. A ideia do sarau é mostrar a realidade dessas pessoas e os motivos que as levaram viver longe de suas culturas e tradições", explica ela.

Situação de refugiados no Brasil e no mundo

Considerado o maior levantamento sobre pessoas que foram forçadas a se deslocar de suas nações de origem, o mais recente relatório do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), divulgado em junho deste ano, indica que o número de refugiados no Brasil pulou de 8.863 em 2016 para 9.689 em 2017, um aumento de 9,31%. Fora os refugiados reconhecidos, o país abriga hoje mais de 35 mil solicitantes de asilo.

Em todo mundo, 65,6 milhões de indivíduos precisaram se refugiar em outros países – o maior número na história. Mais da metade deles saíram da Síria, do Afeganistão e do Sudão do Sul – sendo que 51% são jovens com menos de 18 anos de idade.

Serviço

O encontro será no Bulevar do Centro Cultural Matarazzo, que fica na Rua Quintino Bocaiúva, 749, Vila Marcondes.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.