| Presidente Prudente/SP

Misto de ficção e documentário é apresentado no Cine Bosque desta terça

Da Redação

Em 29/05/2018 às 11:15

Por meio de linguagens artísticas, como o teatro, a música e a dança, o misto de ficção e documentário vai aos poucos tecendo parte da trajetória artística do pernambucano

(Foto: Divulgação)

A mostra cinematográfica do Sesc Thermas de Presidente Prudente deste mês de maio levou à telona filmes que abordam a dança em várias vertentes, seja mostrando as habilidades de seus protagonistas, seja documentando a trajetória deles e dos ritmos. Em sua última sessão, o especial "Dançando no Cinema" exibe um documentário que relata a trajetória artística de um dos grandes nomes da cultura popular brasileira: o multiartista Antonio Nóbrega.

Conduzido pelos personagens João Sidurino e Rosalina – das peças “Brincante” e “Segundas Histórias”, o filme faz uma verdadeira viagem musical pela obra de Antonio. Os atores? Nóbrega e sua mulher, a atriz e dançarina Rosane Almeida, além de músicos e dançarinos do Instituto Brincante.

Por meio de linguagens artísticas, como o teatro, a música e a dança, o misto de ficção e documentário vai aos poucos tecendo parte da trajetória artística do pernambucano. Em 2015, a produção levou o prêmio de melhor filme pela Academia Brasileira de Cinema, na categoria documentário.

Inspirada pelas coreografias dos longas de maio, a dança sai da tela e convida os espectadores a levantarem das cadeiras e dançarem ao som das trilhas sonoras dos filmes no especial Dançando no Cinema. Integrantes da Cia. Mudança tomam o espaço do bosque e se juntam ao público para fazer a coreografia da última cena, sob o ritmo do filme.

Mais sobre Antonio Nóbrega

Antonio Nóbrega nasceu em Recife, Pernambuco, em 1952. Sua iniciação artística se deu através do violino, instrumento que sempre o acompanha em suas diversas atividades artísticas. Entre 1968 e 1970, já participava da Orquestra de Câmara da Paraíba e da Orquestra Sinfônica de Recife. Em 1971, foi convidado por Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial, grupo percursor na criação de uma música de câmara brasileira de raízes populares.

Fruto do seu envolvimento com o universo da cultura popular brasileira, a partir de 1976, começou a desenvolver um estilo próprio de criação em artes cênicas e música. A lista dos seus espetáculos é longa, dentre eles estão “A Bandeira do Divino”, “A Arte da Cantoria”, “O Maracatu Misterioso”, “O Reino do Meio-Dia”, “Figural”, “Brincante”, entre outros.

Tem se apresentado por inúmeros países, entre eles Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Cuba, Rússia e França. Nóbrega é detentor de inúmeros prêmios, entre os quais o TIM de Música, SHELL de teatro, Mambembe, APCA, Conrado Wessel, dentre outros. Recebeu por duas vezes a Comenda do Mérito Cultural.

Com sua mulher, Rosane Almeida, idealizou e dirige, em São Paulo, o Instituto Brincante, local de cursos, apresentações, oficinas, mostras e encontros onde o casal procura apresentar, dinamizar e difundir aspectos da cultura brasileira pouco ou não conhecidos.

Em reconhecimento à sua obra, ainda em 2008, recebeu o título de Cidadão Paulistano em cerimônia na Câmara dos Deputados de São Paulo. Em 2014, juntamente com o frevo – patrimônio imaterial da humanidade – foi o homenageado do Carnaval do Recife.
 

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.