Segunda-feira 1 de maio de 2018 | Presidente Prudente/SP

Programa incentiva plantio de eucalipto por pequenos e médios produtores

Da Redação

Em 15/07/2022 às 10:28

Programa promoverá o recebimento gratuito da quantidade que pode variar entre um mínimo de 1,7 mil e máximo de 10 mil mudas de eucalipto para que o produtor faça o plantio

(Foto: Cedida/AI)

Para marcar as atividades alusivas ao seu 31º ano de fundação, neste mês de julho, a Associação de Recuperação Florestal do Pontal do Paranapanema (Pontal Flora) lançou um programa de incentivo ao plantio de espécies de eucalipto para formação de maciços florestais em pequenas e médias propriedades rurais localizadas em sua área de atuação. 

O programa, que recebeu o nome de “Poupança Verde”, visa a geração de novas opções de emprego e renda para os pequenos e médios proprietários rurais, bem como suprir a demanda por matéria-prima energética sustentável de origem florestal, a médio prazo, pelo mercado consumidor regional que sofre as consequências do desmedido aumento de preço dos combustíveis de origem fóssil. 

Com sede no município de Presidente Venceslau e atuação direta em 54 municípios do Oeste Paulista, a Pontal Flora, nas três décadas de sua existência, tem pautado suas ações na preservação e recuperação do meio ambiente físico, enriquecendo o patrimônio florístico regional pela produção em larga escala de mudas de plantas nativas (preservação), quanto de mudas de árvores exóticas (consumo), executando plantios, tratos culturais e manejo até estas alcancem um estágio de desenvolvimento e resistência a eventos adversos, firmando-se como pequenos maciços florestais. 

A reposição florestal é uma medida legal que tem o objetivo de diminuir, compensar ou reparar o corte de árvores nativas, bem como a recuperação de áreas degradadas. 

“Aderindo ao ‘Poupança Verde’, o pequeno ou médio proprietário rural recebe a visita técnica da equipe da Pontal Flora, a qual fornecerá todas as informações necessárias e já programa o recebimento gratuito da quantidade que pode variar entre um mínimo de 1,7 mil e máximo de 10 mil mudas de eucalipto para que faça o plantio, além de poder contar com acompanhamento técnico especializado pelo período de cinco anos”, explica o presidente da associação, José Alberto Mangas Pereira Catarino. 

Com o “Poupança Verde”, a Pontal Flora pretende oferecer um contraponto ao conhecido ditado popular no qual diz que “dinheiro não dá em árvores”. Isso porque após o período mínimo de cinco anos de adesão a esta modalidade de plantio, com as árvores já crescidas e bem desenvolvidas, o proprietário poderá optar em mantê-las ou destiná-las a venda direta para o mercado consumidor como como energia renovável na forma de lenha ou carvão, ou venda para processamento, industrialização e construção civil. 

“Com um mercado cada vez mais dependente de madeira proveniente de plantios comerciais, somado a valorização desta matéria-prima tão importante e essencial, possuir uma área plantada de eucalipto dentro da propriedade pode ser considerada uma verdadeira ‘caderneta de poupança’, cuja renda gerada, a médio e longo prazo, poderá muito bem incrementar ou mesmo ser a principal renda gerada ao pequeno e médio proprietário rural”, esclarece Catarino. 

O presidente da Pontal Flora ressalta, ainda, que o programa poderá beneficiar diretamente assentados da reforma agrária. “Esta iniciativa tem especial olhar voltado para os mais de 100 assentamentos da reforma agrária existentes no oeste paulista, sendo uma oportunidade de manter os beneficiários no campo, em seus respectivos lotes, fomentando a economia e diminuindo a dependência por empregos nos centros urbanos”, diz. 

Dentre as vantagens apontadas pelo programa “Poupança Verde”, destacam-se o aumento da área reflorestada da região; uma maior oferta de matéria-prima para consumidores; alternativa econômica para os proprietários rurais; maior oferta de empregos no campo; disponibilidade de matéria-prima em curta distância, facilitando a economia na logística de transporte; participação no plano de desenvolvimento florestal do estado; diminuição da pressão sobre os remanescentes florestais naturais (matas nativas); e a manutenção da biodiversidade local e regional. 

Pontal Flora 

A Associação de Recuperação Florestal do Pontal do Paranapanema - Pontal Flora é uma entidade civil sem fins lucrativos, devidamente credenciada junto a Secretaria de Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo e órgãos ambientais da União. Fundada em 13 de julho de 1991, tem como principal objetivo, definido em estatuto, a execução de iniciativas voltadas a reposição florestal. 

A sede da Pontal Flora, juntamente com seu viveiro de produção, está localizada na Rua Paulo César Rondó Nogueira, 14, entre o Recinto de Exposições “Alfredo Ellis Neto” e o Aeroporto Municipal de Presidente Venceslau. 

O contato pode ser feito pelos telefones: (18) 3271-3633 e (18) 99821-1332 (celular/whatsapp), ou ainda por e-mail: [email protected] 

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Telefone: 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.